Pages Menu
FacebookTwitterInstagramInstagram
Categories Menu

Vamos tomar café?

Publicado por em 17 nov, 2016 em Bate-papo, Destaques | 0 comentários

Vamos tomar café?

A entrevista de hoje é com o Juca Esmanhoto, da Rause Café + Vinho, em Curitiba (PR). O Juca é barista e empresário, idealizador do Rause Café na Estrada, uma iniciativa financiada coletivamente, com o objetivo de conectar produtores e consumidores de café. Para saber mais sobre o projeto, você pode conferir o texto que saiu ontem no blog do TudoGostoso. 

Foto: Pedro de Carvalho

Foto: Pedro de Carvalho

Pistache Gourmet – No documentário* que registrou o projeto Rause Café na Estrada, “Café em leves devaneios”, uma das personagens comenta que quando alguém se envolve no universo do café, entra em um caminho sem volta. Como começou a sua história com essa bebida?

Juca Esmanhoto – Minha história com o café é muito recente. Até 2008 eu tomava pouquíssimo. Nesse ano eu entrei em uma sociedade em um bar/restaurante que servia café expresso. Foi aí que comecei a me familiarizar com essa bebida fantástica! Em 2011 saí da sociedade nesse bar e pensei algumas possibilidades de trabalho, inclusive voltar para a minha área de formação, a Engenharia Civil. Só que o trabalho com a restauração tinha me cativado. Eu ficava muito mais satisfeito em ver um cliente entrar estressado e sair de bem com a vida, que finalizar o projeto de uma casa.

PG – Foi a partir desse encanto que surgiu a ideia da Rause Café + Vinho, considerada hoje uma das melhores cafeterias do país?

JE – Foi nesse momento que decidi me arriscar no mundo do café especial. Na época, via uma possibilidade grande de crescimento de produtos que trouxessem uma experiência sensorial para os consumidores, como as cervejas artesanais, o café, o vinho, os drinks, enfim, a gastronomia como um todo. Ao encontrar com a minha atual sócia na Rause Café + Vinho, Hida Lambros, que na época estava retornando ao Brasil depois de vários anos morando fora, bolamos junto nossa história dali pra frente.

PG – Como surgiu a inciativa do Rause Café na Estrada?

JE – O Rause Café Na Estrada surgiu de uma vontade minha de adquirir conhecimento, assim como passar esse conhecimento adiante. Aprendi que de nada adianta saber de tudo se você não divide nada do que aprendeu. Então a ideia foi fazer essa troca do conhecimento das pessoas do campo, ligadas ao cultivo do café, com a experiência do café expresso, tão típico dos centros urbanos. Porém, sempre foi muito claro para mim que era uma chance, de aumentar o valor da marca Rause, de tornar ela mais conhecida.

PG – E o que te motiva todos os dias dentro desse universo tão amplo e misterioso da comida e da bebida?

JE – O que mais me motiva é realmente a percepção de como nos tornamos responsáveis pelo humor das pessoas que vêm nos visitar. Seja pela alimentação, bebida, ou mesmo pelo ambiente, ver pessoas saindo do Rause energizadas é muito gratificante. Mas também perceber como podemos afetar a pessoa negativamente quando algo dá errado, nos traz uma enorme responsabilidade.

Espero que vocês, como eu se inspirem com a história do Juca e possam estender seus sonhos em iniciativas incríveis e transformadoras para as outras pessoas também.  

*DOC no YouTube:

Imagem destacada: Divulgação – Juca Esmanhoto

Deixe uma resposta