Pages Menu
FacebookTwitterInstagramInstagram
Categories Menu

Shiitake happens

Publicado por em 15 nov, 2014 em Por aí | 2 comentários

Shiitake happens

Texto: Ana Laura Mosquera

Fotos e vídeo: Pedro de Carvalho Trotta

No terceiro dia do evento Mesa Tendências, Claude e Thomas Troigros estiveram no mesmo palco para falar sobre um único ingrediente: o shitake. Desde a sua produção até a utilização nas preparações da dupla, o cogumelo foi desvendado em suas peculiaridades. Do fungo bastante conhecido nas preparações japonesas, saíram gelatina, espuma, sorvete, entre outras produções um tanto quanto excêntricas.

Pai e filho trouxeram ao palco do Tendências o produtor de cogumelos Márcio Ribeiro Saloca, fornecedor da família Troigros. A chácara onde Márcio produz, entre outros, os gigantes shitakes que transbordavam da bancada, chama-se Funghi D’Oro e fica em Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. O Chef Ricardo, do Olympe, restaurante da família que fica na capital carioca, também estava no palco, finalizando as preparações com os dois chefs.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O trio finalizou ao vivo um prato com o fungo, utilizando-se de oito técnicas diferentes. Uma delas foi o sorvete de shitake, que algumas pessoas da plateia tiveram a oportunidade de experimentar. Eu fui uma delas. O sabor é realmente interessante. O doce do sorvete casa de alguma forma com o sabor marcante do cogumelo, no momento em que o alimento de textura leve se desfaz na boca.

O passo-a-passo das receitas criadas com o shitake para o prato apresentado está no vídeo abaixo, juntamente com um tour bastante atrativo pela Funghi D’Oro. Dá até vontade de conhecer o lugar!

Claude e Thomas Troigros formam uma dupla e tanto. Os dois herdaram o dom de cozinhar e a paixão por essa arte de Pierre Troigros, pai de Claude e avô de Thomas. Pierre era chef de cozinha na França e apesar dos herdeiros terem escolhido o Brasil para exercer a profissão, a consideração pela tradição familiar ultrapassa as gerações. No vídeo a seguir, Claude me falou mais sobre esse aspecto e também sobre a sustentabilidade na gastronomia.

Chefs e produtor falaram ainda sobre a importância de se desenvolver pesquisas a fim de impulsionar o cultivo de cogumelos brasileiros para comercialização e consumo. No link a seguir, podemos conhecer um pouco mais sobre a atual exploração desses recursos no país.

http://blogs.estadao.com.br/paladar/vai-um-lentinula-raphanica/

2 comentários

  1. Amigaaaa, que lindo ver o projeto andar! <3 Tudo aqui está muito lindo, sinto vontade de estar em todos os lugares com você. Que seja só o começo de muito chão nessa coisa linda que é a gastronomia. Beijo!!

    • Obrigada! E pensar que isso tudo começou com você e graças a todas vocês da Pistash. Só tenho a agradecer pela paciência, dedicação e ensinamentos.

Deixe uma resposta