Pages Menu
FacebookTwitterInstagramInstagram
Categories Menu

Torta de shitake e tomate seco

Publicado por em 20 maio, 2013 em Destaques, RECEITAS | 1 comentário

Torta de shitake e tomate seco

Resgatando hoje uma receita antiga, que eu fiz algumas vezes na república Pistache, em Bauru. A ideia de fazer essa torta surgiu em uma das segundas-feiras que eu cozinhava nosso almoço, aproveitando tudo que tinha na geladeira e na despensa para fazer um prato bem gostoso.

Torta de shitake e tomate seco

Ingredientes

  • Para a massa

200 g de farinha de trigo peneirada

125 g de manteiga em pedaços

sal a gosto

1 gema de ovo

2 colheres (sopa) de água fria

  • Para o recheio

50 g de manteiga

1/2 cebola picada

2 dentes de alho picados

6 folhas de manjericão

45 g de cogumelo shitake desidratado

100 g de tomate seco desidratado

200 ml de iogurte natural integral

3 ovos

125 g de muçarela ralada

sal e pimenta a gosto

Modo de fazer

  • MASSA: junte a farinha, o sal e a manteiga numa tigela e mexa com as pontas dos dedos até virar uma farofa. Adicione a gema e a água. Enrole a massa em papel filme e leve à geladeira por 30 minutos. Abra-a em uma superfície enfarinhada e forre uma assadeira redonda de 25 cm de diâmetro com a mesma. Faça furos com um garfo na camada de massa. Cubra-a com papel manteiga e feijões secos e leve ao forno baixo pré-aquecido por 15 minutos. Retire os feijões e o papel e retorne ao forno por mais 15 minutos. Tire do forno e reserve.
  • RECHEIO: depois de hidratar o shitake e o tomate seco, lave-os e escorra-os bem. Em fogo baixo, derreta a manteiga em uma panela e refogue a cebola e o alho. Junte os cogumelos e o tomate seco, o sal e a pimenta e cozinhe até eles murcharem bem. Desligue o fogo, junte o manjericão e deixe esfriar, depois disponha a mistura sobre a massa pré-assada. Bata o iogurte, os ovos, a muçarela, o sal e a pimenta e despeje por cima. Asse até dourar e está pronta. Agora é só saborear!

Foto: Ana Laura Mosquera

Essa torta é muito fácil de fazer, fica pronta rapidinho e é sucesso garantido entre os amigos. Leve, pode ser servida com um suco no lanche da tarde ou mesmo ser o prato principal do almoço ou jantar, acompanhada de uma boa salada verde. Uma dica legal é substituir o shitake por outro tipo de cogumelo ou a muçarela por outro queijo que derreta facilmente, como o gouda ou o gruyère.

1 comentário

  1. Hummmmm, com certeza irei fazer. Beijos. Te amo filha

Deixe uma resposta